Prefeitura seta Desenvolvimento Urbano arrow Notícias arrow Mais de 10 mil estão inscritos no Minha Casa, Minha Vida  
Mais de 10 mil estão inscritos no Minha Casa, Minha Vida PDF Imprimir E-mail


15/05/09 - Até as 12h06 desta sexta-feira (15), 10.788 soteropolitanos efetivaram a inscrição no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, através do Portal Salvador (www.salvador.ba.gov.br/). Número significativo, considerando que o total de consultas à pagina de cadastramento foi de 15.601. Os dados são da Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel), responsável pela disponibilização do serviço online e controle sobre os acessos.

Qualquer cidadão pode verificar o total de cadastrados através do link www.casavida.salvador.ba.gov.br/count.php/. A consulta pode ser feita a qualquer hora do dia, e desse modo a Prefeitura torna o processo mais claro e transparente para a população.

Ainda, com a promoção do cadastramento online, a Prefeitura possibilita a realização de um processo mais ágil e democrático.

Segundo a Cogel, cerca de 60% dos acessos ocorrem durante o fim de semana.O serviço foi disponibilizado no último dia 08/05, e permanecerá na rede durante os 60 dias subsequentes a esta data.

O acesso é rápido e fácil. Na página inicial do Portal Salvador, é só clicar no banner contendo o nome do Programa Minha Casa, Minha Vida. Uma tela se abrirá com as instruções de preenchimento do Formulário de Cadastramento. Ao final do texto, o usuário deverá clicar no botão Iniciar o cadastro. Ao abrir a nova página, é só preencher o formulário com os dados pessoais, endereço e dados familiares; finalizado o cadastro, o internauta deve clicar no botão Gerar comprovante de cadastro.

Nesta primeira etapa de inscrição, não será necessária a apresentação de documentos. Somente quando for contatado pela Caixa Econômica Federal, o gestor do programa, é que o interessado será orientado a se dirigir a uma agência com os documentos solicitados.

Para efetuar o cadastro, o interessado deve ter em mãos o número do CPF, RG, número da Carteira de Trabalho (CTPS) das pessoas que compõem a renda familiar; número de filhos, com respectivas datas de nascimento; e número de documento do cônjuge, se casado. A inscrição é gratuita.

Estão habilitados a ingressar no Minha Casa, Minha Vida os residentes em Salvador com renda de até três salários mínimos e que não possuam casa própria, nem nome vinculado a outro financiamento de imóvel. Nessa faixa salarial, a prestação mínima é de R$ 50 e o comprometimento máximo do rendimento é de 10%, num prazo de financiamento de 10 anos. O número de unidades habitacionais previstas para quem está nesta faixa de renda é de 30 mil imóveis para Salvador e Região Metropolitana.

 

 

 Fonte: Ascom/ SECOM